POLÍCIA CIVIL LOCALIZOU O CARRO QUE ATROPELOU E MATOU DOIS JOVENS EM STI

Irresponsabilidade, falta de solidariedade, covardia para fugir do local, mas motorista está identificado.

Por Pedro Fontoura 11/02/2020 - 13:18 hs
Foto: Enrique Alliana
POLÍCIA CIVIL LOCALIZOU O CARRO QUE ATROPELOU E MATOU DOIS JOVENS EM STI
O homem buscou abrigo na casa vizinha, mas não teve jeito, morreu

Fonte: Tribuna Popular


Policiais civis em serviço na cidade de Santa Terezinha de Itaipu/PR, localizaram o carro e identificaram o motorista que atropelou e matou dois jovens de 18 anos de idade na Rodovia BR-277 na última sexta-feira (07/02/2020), quando atropelou a moto onde os meninos estavam transitando e foram colhidos por trás.

(LAYON CASSOL e CLEBER DE SOUZA COSTA, ambos de 18 anos)

Após o acidente, a polícia civil ouviu várias testemunhas, que na manhã desta segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020, os investigadores localizaram o veículo no Bairro São Lourenço.

O veículo Hyundai / Santa Fé, de cor branca, foi recolhido e levado ao pátio da Delegacia da Polícia Civil.

Informações repassadas a polícia dão conta de que o autor irá se apresentar ainda nesta semana na Delegacia, ele já foi identificado e tem 59 anos de idade.

O inquérito para apurar o acidente já foi instaurado e o motorista poderá responder pode homicídio de trânsito, com dolo eventual.


Este é o veículo usado pelo atropelador,um homem de 59 anos

STI - NA MADRUGADA UM CORPO QUE TOMBA

A morte aconteceu na rua Luiz Carlos Prestes, no bairro BNH em Santa Terezinha de Itaipu, em frente a uma residência onde acontecia uma festa, um encontro de amigos, mas que acabou abruptamente e de forma trágica, uma pessoa foi assassinada a tiros.



Conforme foi apurado, eram 4h30 da madrugada de hoje, terça-feira, quando um desconhecido se aproximou de um homem que estava sentado e começou a atirar, a vítima adentrou ao pátio de residência vizinha, mas foi perseguido pelo atirador que concluiu a tarefa desferindo mais tiros contra o homem.


Esta tatuagem deve ajudar na identificação da vítima

A Polícia científica identificou mais de 20 estojos de pistola 9 mm, sendo que destes, seis atingiram o corpo da vítima, que morreu no gramado da casa.

Ninguém soube informar a identidade do atirador e nem da vítima, que não portava documentos e segundo informações extra-oficiais, seria morador de Foz do Iguaçu.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal em Foz do Iguaçu e aguarda o comparecimento de algum familiar para identificar o morto. A Delegacia de Homicídios assumiu as investigações.