CINCO PESSOAS SÃO ENCONTRADAS MORTAS EM CASA DE SC

Caso ocorreu na tarde desta sexta-feira (6) em Araquari.

Por Pedro Fontoura 06/12/2019 - 18:31 hs
Foto: Foto: Polícia Militar/Divulgação
CINCO PESSOAS SÃO ENCONTRADAS MORTAS EM CASA DE SC
Terreno da casa onde 5 pessoas morreram em Araquari. Polícia encontrou arma no local

O PREÇO DE UMA VIDA

Portal: Todo Dia Notícias

A vida humana tem sido menosprezada no tempo presente e não é privilégio deste ou daquele país, deste ou daquele estado, desta ou daquela cidade e geralmente as malditas drogas são os motivos. O assassino estava drogado, o chefão do tráfico ordenou a eliminação de alguém ou uma dívida irrisória é o bastante para tirar a vida de alguém.A verdade é que as malditas drogas são o flagelo da humanidade e raras são as nações que não toleram traficantes nem usuários, enquanto outros governantes até defendem seu cultivo e  a livre comercialização. ATÉ QUANDO?

Por G1 SC

A polícia de Araquari, no Norte de Santa Catarina, investiga cinco mortes ocorridas em uma casa no município na tarde desta sexta-feira (6). De acordo com a Polícia Militar, quatro pessoas foram encontradas mortas com marcas de tiro e uma quinta vítima também estava sem sinais vitais, mas sem ferimentos. Outras duas pessoas foram feridas por balas.

 

O caso ocorreu por volta das 14h45 em uma área de ocupação no Centro de Araquari, segundo a PM. Os policiais acreditam que os crimes estejam relacionados com brigas entre grupos criminosos ligados ao tráfico de drogas na região. Um suspeito foi identificado e a polícia fazia buscas por ele. Até 17h30, ele não havia sido encontrado.

 

De acordo com a PM, foram mortos uma mulher de 37 anos, um homem de 40 anos e outros dois homens. Uma idosa de 70 anos foi a pessoa encontrada morta, mas sem ferimento. A polícia acredita que ela tenha tido um infarto. Ficaram feridos dois rapazes, de 18 e 21 anos. Eles foram levados ao Pronto Atendimento de Araquari.

 

No local, a polícia encontrou um revólver e várias cápsulas de balas de dois calibres. A Polícia Civil pediu que fosse feita perícia na casa.

 

O delegado Tiago Gonçalves Escudero afirmou que pelo menos duas das vítimas tem antecedentes criminais por tráfico de drogas. "Havia ali uma provável cobrança de dívida entre eles. Uma motivação pelo menos dessa briga toda é problema com dívida ou autorização para a venda de drogas no local", disse o delegado.