HOMEM E MULHER FORAM EXECUTADOS NA REGIÃO DE TRÊS LAGOAS

Um automóvel, Prisma, foi incendiado perto do local onde estavam as vítimas

Por Pedro Fontoura 05/12/2019 - 18:26 hs
Foto: Enrique Alliana
HOMEM E MULHER FORAM EXECUTADOS NA REGIÃO DE TRÊS LAGOAS
Corpos foram levados para necrópsia no IML

Fonte: JTribunaPopular

No inicio da tarde de hoje, 05 de dezembro de 2019, em pleno horário de almoço, 12h.e 15 min, servidores da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu localizaram dois corpos sem vida, vítimas de disparos de arma de fogo, ao lado da mata ciliar do Lago de Itaipu, na localidade conhecida como "Pinheirinho", na região do Bairro Três Lagoas.

O local foi isolado até a chegada da Policia Civil (Delegacia de Homicídios), Policia Cientifica (Criminalística) e o Instituto Médico Legal.

Com a chegada do perito criminal, o local foi periciado, foi apurado que ambas as vítimas não apresentavam documentos de identificação,  porem a semelhança indica que possam ser mãe e filho.

MUITOS TIROS

Ao verificarem os corpos, a vítima do sexo masculino apresentava mais de 13 perfurações por arma de fogo e a vítima do sexo feminino apresentava mais de 7 perfurações. Ainda no local foram encontrados estojos deflagrados de pistola 9 mm.

Segundo relatos de moradores das proximidades, na noite anterior, quarta-feira (04), por volta das 21h. e 30 min. ouviram vários disparos de arma de fogo.


A pouco mais de 500 metros do local, ainda na estrada rural, foi encontrado um veículo GM / Prisma, de placas AZD-3178 de Foz do Iguaçu todo queimado. Segundo consta no relatório do Corpo de Bombeiros, na noite de ontem, por volta das 22h. e 10 min, uma ABTR (Auto Bomba Tanque e Resgate) foi deslocado até aquele  local para controlar as chamas que consumiam o veículo em estado de abandono, que não apresentava queixa de furto ou roubo.

Em consulta a placa do veículo, este está em nome de uma funcionária pública municipal de Foz do Iguaçu, na área de educação.

Os corpos foram recolhidos ao IML para procedimento de necropsia e liberação.

Fotos: Enrique Alliana