Catedral de Notre-Dame: o que se sabe sobre o incêndio que consumiu igreja em Paris

Observados de longe por milhares de turistas e parisienses chocados, os bombeiros de Paris trabalham há horas para conter o violento incêndio que atingiu a catedral de Notre-Dame em Paris desde aproximadamente as 13h50 da tarde (horário local) desta segunda-feira.

Por Pedro Fontoura 15/04/2019 - 21:00 hs
Foto: VERONIQUE DE VIGUERIE/GETTY IMAGES
Catedral de Notre-Dame: o que se sabe sobre o incêndio que consumiu igreja em Paris
Fogo consumiu completamente a estrutura de madeira da catedral; obras de restauração estavam em anda

REUTERS

De acordo com o jornal Le Monde, que tem repórteres no local, o incêndio agora está aparentemente controlado.

No início da noite, Jean-Claude Gallet, comandante dos bombeiros de Paris, afirmou à imprensa que, graças ao trabalho da corporação, a estrutura principal do monumento está "a salvo e preservada em sua totalidade". No entanto, sabe-se que a agulha principal, em espiral, e a cúpula da igreja colapsaram.

Ainda não há notícias sobre o estado de alguns itens internos como vitrais e obras de arte - mas, segundo o reitor da catedral, Patrick Jacquin, duas das principais relíquias do monumento não foram danificadas: a Coroa de Espinhos e a túnica de São Luís.

Discursando no entorno da Notre-Dame, o presidente francês, Emmanuel Macron, agradeceu ao trabalho dos mais de 500 bombeiros envolvidos na operação e anunciou o lançamento de uma campanha nacional para reconstruir as partes da catedral danificadas.

"A Notre-Dame de Paris é nossa história, nossa literatura. É o epicentro de nossa vida", disse Macron. "Trata-se da catedral de todos os franceses, mesmo daqueles que nunca vieram aqui".


Mais de 500 agentes participam do combate às chamas no monumento

Estrutura em restauração

Ainda não há confirmação sobre as causas do acidente, mas a polícia de Paris afirmou que o fogo pode estar ligado aos trabalhos de restauração da catedral.

O prédio estava sendo restaurado desde o ano passado, quando a Igreja Católica da França fez um apelo por financiamento para salvar a estrutura, que estava com diversos problemas.

Com mais de 850 anos, a igreja de estilo gótico é o monumento histórico mais visitado da Europa, segundo o Le Monde.

Os bombeiros bloquearam um perímetro de segurança ao redor do local e os prédios em volta foram evacuados. Até o momento, as autoridades francesas não registraram nenhuma morte ou ferimento causado pelo fogo.

Fora do perímetro de segurança, milhares de pessoas observavam a tragédia. Algumas choravam, outras cantavam hinos e muitas filmavam o desastre com seus celulares.


A fumaça gerada pelo incêndio ultrapassou o entorno da catedral e se espalhou pela capital francesa.